Piadas de Bêbados - Parte 02 | As Melhores Piadas - As Melhores Piadas | Humor, comédia...

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Piadas de Bêbados - Parte 02 | As Melhores Piadas

Estava um bêbado no ônibus:
-Se meu pai fosse um pato e minha mãe uma pata eu era um patinho...
-Se meu pai fosse um cachorro e minha mão uma cadela eu era um cachorrinho...
-Se meu pai fosse um gato e minha mãe uma gata eu era um gatinho...
Claro, chegou a hora que ninguém mais aguentava o bêbado. O cobrador foi o primeiro a perder a paciência:
-E se teu pai fosse um veado e sua mãe uma puta?
-Aí eu era cobrador...

Eu tinha lá em casa dez garrafas de cachaça, da boa. mas minha mulher obrigou-me a jogá-las fora.
Peguei a primeira garrafa, bebi um copo e joguei o resto na pia.
Peguei a segunda garrafa, bebi outro copo e joguei o resto na pia.
Peguei a terceira garrafa, bebi o resto e joguei o copo na pia.
Peguei a quarta garrafa, bebi na pia e joguei o resto no copo.
Peguei o quinto copo, joguei a rolha na pia e bebi a garrafa.
Peguei a sexta pia, bebi a garrafa e joguei o copo no resto.
A sétima garrafa eu Peguei no resto e bebi a pia.
Peguei no copo, bebi no resto e joguei a pia na oitava garrafa.
Joguei a nona pia no copo, Peguei na garrafa e bebi o resto.
O décimo copo, eu Peguei a garrafa no resto e me joguei na pia.

 
O dono do bar já estava de saco cheio com o bêbado, que todo dia vinha ali encher a cara. numa daquelas, quando o bêbado pediu "bota mais uma" , ele despejou ácido no copo. O bêbado tomou, fez uma careta, disse "está é forte hein:" e saiu cambaleando.
Passaram-se vários dias e o bêbado não apareceu mais. o dono do bar até ficou preocupado, pensando que tinha matado o infeliz.
Uma noite, o bêbado reaparece, já trocando as pernas,e pede uma pinga.
O dono do bar serve a cachaça, o bêbado toma,faz careta e diz:
- Esta não, eu quero aquela que quando a gente faz xixi, a calçada fica cheia de buraquinhos....

 
Oração do pau d'água: santa cana que se extrai da roça, purificado seja o teu caldo. Aguardente sem mistura, venha a nosso vosso líquido a ser bebida a nossa vontade, assim no boteco como em qualquer lugar.
Cinco litros por dia nos dai hoje, perdoai o dia em que bebemos menos assim como perdoamos o mal que a "marvada" faz.
Não nos deixeis cair atordoados e livra-nos da radiopatrulha. amém. hic!

 
O Tonto entrou no bar pela décima vez no dia e pediu uma cachaça. o dono, português, já não aguentando mais, porém não podendo perder a freguesia, pegou o primeiro copo que viu(sujo certamente) e foi servir o bebum.
Assim que começou a despejar a caninha, percebeu que o copo tinha uma barata. não se importou e mandou ver (talvez o tonto desse sossego para ele depois dessa). o sujeito pegou o copo e tomou a bebida de uma vez. quando ainda estava descendo pela goela, percebeu alguma coisa de diferente na boca.
deu uma parada, uma mordida, sentiu o gosto meio amargo e engoliu tudo de vez. depois que fez a cara feia, virou pro português e gritou:
-bota outra ah... e capricha na ameixa!

 
O bêbado entrou na contramão e o guarda o deteve:
- Onde é que o senhor pensa que vai:
- Bom... eu ia para uma festa, mas parece que ela já acabou...tá todo mundo voltando.

 
Acompanhamento Médico
O sujeito vai ao médico, caindo de bêbado. Durante a consulta, vem as perguntas de praxe:
- Nome?
- Juvenal dos Santos!
- Idade?
- 32 anos.
- O senhor bebe?
- Vou aceitar um golinho, pra te acompanhar!

 
Um amigo pergunta ao outro, numa mesa de bar:
— Me diga cinco marcas de uísque.
— Black & White, Cutty Sark, Chivas, Bell's e Johnnie Walker.
— Agora, cinco de cerveja.
— Brahma, Antarctica, Cerpa, Skol e Kaiser.
— Agora, cinco marcas de camisinhas.
— Jontex... Olla...
— Pois é. Você anda precisando beber menos e trepar mais.

 
Dois gaúchos estavam num bar. A certa altura, um passou a duvidar da masculinidade do outro.
— Se tu és macho mesmo, prova. Primeiro, bebe 2 litros de cachaça. Segundo, penteia um leão. Terceiro, transa com uma virgem.
E lá foi o amigo. Tomou os 2 litros de cachaça, ficou mais bêbado do que já estava e, depois, entrou na jaula do leão. De repente, sai de lá todo rasgado e gritando:
— Cadê a virgem que eu tenho de pentear?

 
Três caras estão bebendo num bar quando um bêbado, mamadaço mesmo, entra berrando e vai cambaleando até eles. Aponta para o do meio e grita:
- Sua mãe é a melhor trepada da cidade!
Todos já olham de lado, o clima pesa, mas o cara ignora o bebum, que vai até a outra ponta do bar e toma mais cerveja. Dez minutos depois, o bêbado volta, aponta para o mesmo cara e diz:
- Acabei de comer sua mãe. Boa pra car*alho!
O cara olha torto pro bebum, o pessoal das mesas próximas se levanta, esperando que o ofendido fosse matar o outro, mas ele fica na dele, sem se alterar. O bêbado volta pra outra ponta do bar. Passam-se mais 10 minutos e ele volta gritando bem mais alto:
- E tem mais... sua mãe GOSTOU!
Finalmente o cara interrompe:
- Pô, PAI... vai pra casa... Cê tá bêbado!

 
Nunca dê café amargo a uma pessoa embriagada. Do contrário terá de aturar um bêbado acordadíssimo.

 
Quatro amigos se encontram num bar, bebem muito e vão embora, embriagados. Passando por uma casa, um deles resolve apertar a campainha. Uma senhora sonolenta atende e diz:
— Bonito! São 3 da manhã e vocês completamente bêbados?
E um deles:
— Sem bronca, minha senhora. Decida logo qual de nós quatro é o seu marido, que os outros querem ir embora.

 
O bêbado entra no bar e se aproxima de uma mesa onde estão sentados dois rapazes idênticos:
— Será que estou vendo demais?
— De jeito nenhum — responde um deles, simpático. — Nós somos gêmeos mesmo.
Incrédulo, o bêbado retruca:
— Os quatro!?

 
Seis amigos saem de um boteco, altas horas da manhã, mais altos que o Pão de Açúcar. Vão para o carro estacionado junto à calçada e ficam discutindo quem entra primeiro, quem dirige, quem entra depois, e assim por diante, até que um deles, mais decidido, resolve assumir o controle:
— Olha aí, João, você dirige. Você está bêbado demais para cantar!

 
A mulher repreende o marido por ter chegado em casa de madrugada, bêbado:
— Isso tudo ainda passa. Mas posso saber por que você matou o pobre do periquito?
— Caramba! Agora entendi por que a limonada estava com aquele gosto esquisito.

 
Um bêbado reclama para o outro, desolado:
— Nos primeiros anos do meu casamento eu beliscava as empregadinhas lá de casa, namorava secretárias, cantava recepcionistas, mexia com tudo quanto é mulher. Mas agora, infelizmente, meu casamento já não tem mais nenhum romantismo.

 
No bar de um hotel chiquíssimo, um bêbado toma um Martini atrás do outro. Depois de tomar, mastiga o copo, deixando apenas o pé, que põe no cinzeiro. O barman vai trocando os cinzeiros. Lá pela vigésima vez em que isso acontece, o barman não resiste e cutuca outro cliente:
— Nunca vi uma loucura tão grande!
— Tem toda a razão. Jogar fora justamente o pé do copo, que é a parte mais gostosa.

 
Completamente bêbado no casamento da filha, o pai resolveu gozar o genro:
— Então, Renato, você vai ser um homem, resolvendo tudo esta noite, ou um rato, esperando até amanhã?
— Nem uma coisa nem outra — respondeu o genro. — Acho que o senhor vai me achar um cachorro, pois já resolvi tudo há seis meses.

 
Um motorista, bêbado, dirige na contramão, numa rua de mão única, quando um policial o detém:
— Você não viu a seta, rapaz?
— A seta? — responde, incrédulo, o jovem bêbado. — Pois eu não vi nem os índios!!!

 
Um bêbado é abordado na rua por uma senhora que segura sofregamente uma Bíblia:
— O senhor quer ser testemunha de Jeová?
— Por quê? Ele está sendo processado?

 
Passeando pelo zoológico, dois bêbados param diante da jaula dos leões, impressionados com os fortes rugidos das feras.
— Vamos embora — diz um deles, algum tempo depois.
— Se você quiser, pode ir — responde o outro. — Eu fico para ver o resto do filme.

 
Os dois bêbados cambaleiam ao longo da linha do trem, aparentemente na mesma órbita:
— Pô, essa escadaria não acaba nunca!
— Isso não é nada. O que cansa é esse corrimão baixinho.

 
Depois de passar horas tomando cerveja num bar, o rapaz completamente embriagado vai até a rua, para no meio-fio e desabotoa as calças.
— Companheiro — grita um guarda —, você não pode fazer isso aqui!
— Claro que não, chefe! — responde o sujeito, fazendo um gesto com mão em direção a um estacionamento do outro lado da rua. — Eu vou acertar laaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaá!

 
Um guarda flagra um bêbado entrando numa casa:
— Está querendo roubar, seu gatuno?
— Que é isso, seu guarda? A casa é minha!
— Sua coisa nenhuma! Vamos ao distrito.
— Mas, seu guarda... eu moro aqui! A casa é minha, o senhor quer ver?
O bêbado vai entrando e mostrando os cômodos:
— Aqui é a sala... ali é o quarto dos meninos, que estão dormindo... aqui é o meu quarto...
Na cama, estavam, dormindo, sua mulher e outro homem. Animado, o bêbado aponta:
— Aquela é minha mulher e aquele sou eu!

 
O bêbado pede na primeira porta que encontra aberta:
— Me vê uma pinga aí!
— Não vendemos pinga, senhor.
— Um conhaque, então!
— Não vendemos conhaque.
— Então, me vê um uísque!
— Não vendemos uísque.
— Não é possível! O que vocês vendem, afinal? — insiste o bêbado.
— Nada! Isto é uma igreja e o senhor está atrapalhando a celebração da missa do galo.
E ele:
— Ah, igreja... Então manda um St. Raphael!!!

 
O Desencarnado
Depois de tomar todas, o bêbado recorre a um amigo para levá-lo para casa. Chegando lá, em sinal de agradecimento, ele convida o amigo para tomar a saideira.
Assim que o amigo entra, o bêbado começa a lhe apresentar a casa:
- Esta aqui é a sala... ali fica a cozinha... aqui é o quarto dos meninos... aqui é o quarto das meninas... aqui é o meu quarto... aquela ali é minha mulher... e aquele ali sou eu!

 
Estava uma mulher que não gostava de depilar as axilas no ônibus. Aí, um bêbado sentado lá atrás:
-Bailarina, oh bailarina!
A mulher não entendeu nada, o bêbado continuou:
-Oh, bailarina, bailarinaaaaaa, olha para mim bailarina.
Depois de um tempo, a mulher já puta disse:
-Que bailarina, onde é que o senhor está vendo bailarina?
O bêbado:
-Se a senhora não é bailarina, como é que consegue botar o pé aí em cima?

 
Diz que o cara chegou no botequim e pediu ao garçom: - me dá um rabo-de-galo? e o garçom: - cocoroco-co...

 
Culpa da Bebida
Dois bêbados conversam em um bar:
- Perdi minha mulher por causa da bebida!
- Ela te largou?
- Não, foi atropelada por um caminhão da Brahma!

 
Na noite passada, fui convidado para uma reunião com a galera e disse ao meu pai que estaria de volta cedo. Prometi! Mas as horas passaram rápido: o assunto rendendo, o som legal e as bebidas rolando soltas.
Por volta das 3 da manhã, bêbado feito um "gambá", nem sei como fui pra casa.
Mal entrei e fechei a porta, o cuco no hall disparou e "cantou" 3 vezes.
Rapidamente, percebendo que meu pai poderia acordar, eu fiz "cu-co" mais 9 vezes.
Fiquei realmente orgulhoso de mim mesmo por ter uma ideia tão brilhante e rápida (mesmo de porre) para evitar um possível conflito com ele. Na manhã seguinte, meu pai perguntou a que horas eu tinha chegado e eu disse a ele "meia-noite". Ele não pareceu nem um pouquinho desconfiado.
Ufa!! Daquela eu tinha escapado!
Então, ele disse:
-"Nós precisamos de um novo cuco".
Quando eu perguntei porque, ele respondeu:
-"Bom, esta noite nosso relógio fez "cuco" 3 vezes, então disse "CARALHO!!!", fez "cuco" mais 4 vezes, riu , cantou mais 3 vezes, riu de novo, cantou mais 2 vezes.
Tropeçou no gato, chutou a mesinha da sala, arrotou forte e deu uma vomitada no tapete.

>> Mais piadas de bêbados...

 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal