Piadas de Português | As Melhores Piadas - As Melhores Piadas | Humor, comédia...

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Piadas de Português | As Melhores Piadas

O portuga tava subindo e descendo uma escada de madeira apoiada na parede.
Ele tinha uma fita métrica na mão e sempre que ia tentar medir a escada a fita caia. Ele apoiava a fita na parte de baixo da escada, subia e a fita saia do lugar.
O brasileiro, vendo o martírio do português então pergunta:
- ô portuga! Por que você não deita essa escada no chão; ai você vai conseguir medi-la com mais facilidade!
E o portuga:
- Ô raios! é que eu não quero medir o COMPRIMENTO da escada, e sim sua ALTURA!

O português resolve dar um fim no gato da mulher.
Coloca o gato no carro e anda vinte quadras para frente, solta o gato e volta para casa.
Quando chega em casa o gato esta no portão a sua espera.
Diz o português: mais que gato filho da p*ta.
Pega o gato novamente, coloca no carro, anda vinte quadras para a esquerda e solta o gato.
Ao chegar em casa lá esta o gato novamente.
O português enraivecido coloca o gato no carro a fim de dar fim a isso de vez.
Anda vinte quadras para frente, 3 para traz, 5 para a direita mais 7 para a esquerda e solta o gato, momentos depois o telefone toca.
Alô. - a mulher do português atende. Maria o gato esta ai?
Ta chegando, por que?
Coloca o filha da puta no telefone porque eu to perdido.

 
O Manoel vai convidar o amigo:
- Opa, venho aqui lhe convidaire para a festa de quinze anos de minha filha...
- Eu vou, Manoel, mas já vou avisando que só poderei ficar no máximo 2 anos...

 
Recebendo o diplomata português na corte, a rainha Elizabeth, da Inglaterra convidou-o para dar uma volta pelas ruas de Londres numa carruagem real. De repente, um dos cavalos solta um tremendo peido. A rainha, perdendo completamente o rebolado, fica toda sem graça e diz:
- Peço mil perdões, Mr. Antunes... Não sei como isso pode acontecer
E o diplomata lusitano, todo boas maneiras:
- Não há de que majestade... Eu até pensei que tivesse sido o cavalo.

 
Num campeonato de arqueirismo haviam três finalistas: Um americano, um brasileiro e um português.
Chegou o americano a 500m atirou, acertou o alvo, e gritou:
- I'm Robin Hood!
Chegou o brasileiro a 1000m atirou, acertou no alvo, e gritou:
- I'm Guilherme Tell!
Dai, o português colocou uma uva na cabeça do filho, a 1500m, atirou e gritou:
- I'm sorry!!!

 
O português estava assistindo ao Jornal Nacional quando, de repente, uma notícia o interessou. Falava de um cara que matou a sogra e a enterrou no chão da sala e só agora, 25 anos depois, é que descobriram. O gajo ficou pensando muito naquilo.
__Eu também poderia matar a megera da minha sogra e enterrá-la na sala. Até descobrirem, já estarei morto, colocado que tenho 50 anos... É, acho que vou fazer isso sim, oh raios!
E armou a arapuca. Chamou a sogra para um jantar. Na primeira oportunidade, BAM! Lenhada na cabeça da velha, que logo foi enterrada na sala. Meia hora depois, toca a campainha do portuga. Era a polícia, que avisou:
__O senhor está preso por assassinato em primeiro grau! E foi logo algemando-no.
__Mas, mas, mas...
__Nada de mas, vamos já para o camburão!
Na delegacia, o gajo, desconsolado, esbravejava:
__Eu vi na TV, um cara fez a mesma coisa e demorou 50 anos para ser descoberto! Como vocês me descobriram tão rápido?
__O lance é que ele não morava no segundo andar...

 
Português entrou num restaurante e se dirigiu à fila. Logo veio uma moça anotar o pedido:
__Bacalhau! Pediu o galego.
E a moça perguntou:
__O senhor é português, não é?
__Estaire a dizer isso por causa do meu sotaque?
__Não senhor! É que aqui é um McDonald's!

 
Comandante Joaquim! Estou a avistar uma tropa que se encaminha diretamente ao nosso forte!
__São amigos ou inimigos, sentinela Manuel?
__Olha, eu acho que são amigos. Vem todos juntos

 
Um certo português, o Manuel, veio para o Brasil, em São Paulo.
Andando no centro da cidade, o camelo o chama e diz:
- Português, veja essa maravilha de óculos.
O Manuel coloca o óculos e começa a ver todas as pessoas peladas, ele se encanta, põe o óculos, pelada, tira, com roupa, e assim foi Manoel para Portugal, louco para mostrar a
novidade para sua mulher, Maria.
No avião, se sente o máximo vendo as comissárias peladas.
Quando chega em casa, já coloca o óculos para pegar Maria pelada, abre a porta e vê Maria e o Cumpade no sofá pelados, tira o óculos, pelados, põe o óculos, pelados, tira, pelados, põe, pelados, e Manuel diz:
- Porcaria de óculos, já está quebrado!

 
Tinha um primo do Manuel que ha muitos anos sofria de um mal singular. Era só tomar um gole de café e já sentia uma forte pontada no olho esquerdo. Não havia remédio que o curasse. E olha que ele adorava café. Ate que um dia, um medico, amigo da família, o aconselhou:
__O, Joaquim! Por que não experimentas tirar a colherinha de dentro da xícara?

 
Lá ia o Manoel pela rua e encontra o seu amigo brasileiro.
Este esta lendo um livro.
__Que livro estas a ler?
__E um livro de Lógica.
__E o que e lógica? Pergunta o Português.
__E o seguinte: responde o Brasileiro procurando um exemplo.
O que você tem ai nesse saco?
__Comida para peixes. Responde o Português.
__Então, pela LÓGICA, deve ter um aquário!
__Estas certo! exclama o português.
__Se tem aquário deve ter peixes!
__Estas certo!
__Se tem peixe deve ter um filho, que fica olhando os peixes!
__Estas certo!
__Se tem um filho deve ter mulher, e teve relações sexuais com ela!
__Estas certo, opa!!!!!
__Então Mato é LÓGICA!!!!
E o português saiu todo contente e comprou um livro de lógica para estudar também
Andando outro dia encontrou com seu patrício, o "Joaquim", que lhe perguntou:
__Que livro estas a ler, Manuel?
__E um livro de LÓGICA! exclamou o português todo contente.
__E o que e lógica?
E o Manuel, todo professoral, disse:
__Vou te dar um exemplo, TENS AQUÁRIO?????
E o Joaquim respondeu
__Não.
__Então és veado!!!

 
Um português telefona para o redator do Livro do Records (The Guinness Book of Records) e comunica:
__Eu acabo de resolver um quebra-cabeças de 3000 pecas.
__Mas isto não é tão especial", comenta o redator, meio confuso. E o português continua:
__Mas eu o resolvi em apenas uma semana.
__Isto também não é tão difícil de se fazer, responde o homem do Guinness.
__Claro que é, meu amigo - diz o português já bravo - na caixa esta escrito de 3 a 5 anos!

 
O português vai ate seu chefe (português também):    
__Chefe, nossos arquivos estão abarrotados. Será que nos não poderíamos jogar fora as pastas e documentos com mais de vinte anos???
__Ótima ideia! Mas antes tire uma copia de tudo.

 
Um físico português chamado Manoel queria fazer uma descoberta importante para a humanidade . Então ele subiu no alto de um prédio com um porco e uma lanterna. Quando estava no alto jogou o porco e a lanterna acesa de lá e os dois caíram ao mesmo tempo no chão. O quê Manoel concluiu? Que o porco viaja na velocidade da luz.

 
Portugal estava em guerra contra a Alemanha. Os alemães tinham uma tática infalível e decidiram usá-la. Um dos alemães levantou da trincheira e gritou: Manoel e Joaquim!!! E todos os portugueses se levantaram. O Alemão metralhou todos mas sobrou um que se chamava Frederico que decidiu usar a mesma tática, então levantou e gritou: FRIDZ!!! e todos os alemães levantaram respondendo: Não tem ninguém com esse nome aqui. Então Frederico, sem graça falou: Ah desculpe o engano.

 
O Joaquim chegou na farmácia e estranhou quando viu o Manuel com um supositório atrás da orelha: __Oh Manuel, o que fazes com esse supositório atrás da orelha? __Supositório?! Que supositório? __Esse que está atrás de tua orelha. __Ai Jesus, onde será que eu coloquei a caneta?

 
Um português chegou aqui no Brasil na época do Carnaval e todos os hotéis bons estavam lotados, aí ele resolveu se hospedar num hotel furreca e falou com o recepcionista: __Tem algum quarto sobrando aí? __Tem só um, mas tem um negão lá __Tá ok, mas amanhã de manhã você me acorda bem cedo pra eu ir procurar outro hotel E no quarto. O negão... O com o portuga já dormindo... __Hehe, vou pintar esse portuga de preto só de sacanagem ! - E pintou. No dia seguinte: toc, toc, toc Era o recepcionista que tava batendo na porta chamando o portuga. O portuga sai daquele jeito mesmo, todo despenteado e pintado de preto. E já na rua, ele passa em frente a uma vidraçaria, se olha num espelho e diz: __Puts grila, que recepcionista mais burro, acordou o negão ao invés de me acordar.

 
O Manuel era muito rico, tinha muitas padarias e gostava da Maria, então ele foi falar com ela: __Óh Maria, se você adivinhar o número exato de padarias que eu tenho eu te dou uma e fico com a outra!

 
No correio no Brasil estava na fila o Manuel em primeiro que queria mandar uma carta pra Maria que estava em Portugal, e um outro homem atrás. O Manuel foi entregar o envelope ao balconista e o balconista chiou: __O meu senhor, você esqueceu de preencher o envelope. __Ah, é que estou sem óculos, aí eu não enxergo nada. __Mas não interessa, você tem que preencher isso de qualquer jeito. Aí o Manuel virou pra trás e pediu os óculos emprestado pro homem que estava atrás dele: __O senhor pode me emprestar os seus óculos? __Posso, mas esses óculos são pra longe. __Não faz mal, a carta também é.

 
O Manuel chegou ao prédio de seu amigo Joaquim. Manuel avistou o Joaquim lá em cima do prédio e gritou: __Óh Joaquim, como faço pra subir até aí? __Tens que chamar o elevador. E o Manuel começou a gritar: __ELEVADOR, ELEVADOR...!!! E o Joaquim: __Não Manuel, tu tens que chamá-lo pelo botão. E o Manuel, pegou o botão de sua camisa e começou a gritar pra ele: __ELEVADOR, ELEVADOR... !

 
Numa padaria em Portugal, estava escrito num cartaz: ** Pão Simples R$ 0,10 ** ** Pão com Manteiga R$ 0,20 ** ** Pão sem Manteiga R$ 0,40 ** Aí o Manuel chegou e perguntou ao dono da padaria: __Óh Joaquim, como pode o pão sem manteiga custar mais do que o pão com manteiga? __Óh Manuel, pareces que não pensas, é que no pão com manteiga tu tens que passar a manteiga e depois tirar.

 
Tinha dois portugueses passeando, quando um falou para o outro : __Cuidado Manuel!! Você quase pisou na merda! O outro abaixou deu uma cheradinha... e disse : __Que nada Joaquim, isso não é merda não! O Joaquim pensou... resolveu abaixar e cheirar também e disse: __É sim!!! Claro que é merda!!! Manuel inconformado, abaixou novamente... passou o dedo... sentiu a consistência e disse : __Que Joaquim, que merda nada! Já nervoso com a situação Joaquim abaixou-se... passou o dedo e colocou na boca... sentiu o gosto e disse : __É claro que é merda!!! Manuel ainda não acreditando resolveu também abaixar e provar... colocou na boca... sentiu o gostinho e disse : __Puxa Joaquim!!! Realmente você tinha razão. é merda mesmo!!! Ainda bem que nós não pisamos!!!

 
Já Manuel, num vôo do Brasil para Lisboa, quando resolve ir até a cabine e pergunta ao piloto: __Onde estamos agora? Responde o piloto: __Sobre a Amazônia a 10000 metros de altura! Diz Manuel: __Poxa, eu sabia que o Brasil era grande, mas não sabia que era tão alto!
 
O português veio para o Brasil deixando na terrinha a sua querida mulher. Anos depois mandou buscá-la. Na noite em que os dois se encontraram, mortos de saudade, começaram a conversar: __Como é, Maria? Você manteve o pacto de fidelidade que nos fizemos? __Quero saber, Maria, porque eu cumpri. Eu fui cem por cento com você, Maria. Imagine, aqui, nesta terra quente, cheia de mulatas tão bonitas, eu fiquei firme, Maria. Às vezes, ficava que já morrer de desespero. Aí não aguentava. Pegava uma mulata, levava pra casa. Ah, Maria, quantas vezes isso aconteceu... Aí, na hora agá, Maria, eu me lembrava de ti e, cheio de lágrimas nos olhos, saia de cima, Maria. E tu, Maria, como é que foi? - Bem, Manoel, tu sabes... sair debaixo é muito mais difícil do que sair de cima ...


Em Portugal, estavam demolindo um velho casarão. Depois de quebrarem boa parte, descobriram, atrás de uma parede, um esqueleto com um cinturão e uma fivela de ouro. Estava escrito no cinturão: "MANOEL - CAMPEÃO MUNDIAL DE ESCONDE-ESCONDE DE 1904"

 
Os Estados Unidos, com toda a sua tecnologia, mandou um telegrama para Portugal: "Detectamos movimento sismológico com epicentro em Lisboa. Sugerimos tomarem providências" Passaram-se alguns dias e nada de Portugal responder ao telegrama. Os americanos ficaram preocupadíssimos e mandaram de novo: "Detectamos movimento sismológico com epicentro em Lisboa. Sugerimos tomarem providências". Nada, Portugal não respondia. Os americanos insistiram e mandaram outro, ate que finalmente chegou a resposta dos portugueses: "Detectamos o líder do Movimento Sismológico e o prendemos em Lisboa. Após muita tortura ele confessou tratar-se do tal de Epicentro. Só não prosseguimos com as investigações porque fomos atingidos por um puta terremoto!"

 
Estava um grupo de amigos reunido na comemoração de bodas de ouro do casal Joaquim Manuel e Maria, quando um dos convidados começa a contar uma piada: __Aí o português... No que foi prontamente interrompido pelos demais: __Não conta essa não, que aqui na festa ta cheio de português! __Não tem problema, eu repito, repito até eles entenderem....

 
O Manuel entra para a Aeronáutica, na divisão de pára-quedismo. Recebe a primeira aula prática: __Estamos a dois mil metros de altura. Seu equipamento foi todo checado. O senhor saltará por aquela porta. Ao puxar a primeira cordinha, o pára-quedas se abrirá. Se isso não acontecer, o que é pouco provável, puxe a segunda cordinha. Se ainda assim o pára-quedas não se abrir, o que á improbabilíssimo, puxe a terceira cordinha e ele se abrirá. Lá embaixo, haverá um jipe a sua espera, para levá-lo de volta ao quartel. O Manuel salta. Puxa a primeira cordinha e o pára-quedas não se abre, puxa a segunda, nada. Puxa a terceira e nem assim o equipamento funciona. Ele começa a ficar preocupado: __Ai, Jesus! Agora só falta o jipe não estar lá embaixo!

 
Em Lisboa, após um incêndio num pequeno prédio, os bombeiros, verificando os destroços, encontram apenas um morto. E justamente o avô do Manuel, que estava de cabeça para baixo, com o dedo indicador apontando para um dos cantos do ambiente. Ao seu lado, um extintor de incêndio, com a seguinte instrução: "Em caso de incêndio, vire de cabeça para baixo e aponte para a chama".

 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal